30.9.15

29.9.15

já começo a ter saudades dos passeios ao pé do mar.

28.9.15

passear nos jardins de lisboa

27.9.15

quanto mais tempo passo no ensino superior, menos artista quero ser.

mas sendo sincera, nunca o quis para mim. nunca fotografei, bordei, pintei, desenhei, escrevi, inventei ou criei algo por achar que o fazia melhor que outras pessoas. poucas foram as vezes (não vou dizer nunca) que imaginei para mim um futuro de destaque e reconhecimento pela arte e, quanto mais tempo passo nas aulas, quanto mais tempo convivo com outras pessoas que fazem o mesmo que eu - muitas melhor que eu, quanto mais conheço e reconheço artistas, quanto mais lhe reconheço os traços, as ideias originais, as ideias geniais, quanto mais tenho preferências: menos artista eu quero ser. caminho para uma relação de dez anos com a fotografia e oito de partilha. nunca foi mais do que isso, partilha, um registo, um auxilio à memória. estou encantada, quanto mais estas relações vão crescendo, mais eu sou feliz com ela, quanto mais eu sei delas e de outras artes, mais motivada fico para o fazer e fazê-lo ao meu jeito, sem entraves técnicos. gosto de exprimir coisas, gosto de mostrar o meu mundo, gosto disso, nunca o fiz para alguém o chamar de arte. verdade seja dita, quanto mais tempo eu passo nas aulas, na pressão, nos entregas dos trabalhos, nos discursos que reprimem a nossa atitude, nos discursos que deveriam servir para nos motivar: menos vontade de ser artista eu tenho. não estou a dizer que vou deixar de fazer as coisas que gosto, aliás, é o oposto disso. não estou a dizer que não gostaria de poder trabalhar em algo que realmente gostasse e fazer disso vida (toda a gente sabe que ser fotografa me encheria todas as medidas) só acho que gostaria de encontrar o lado mais útil, que ajude as pessoas, que elucide as pessoas, que encaminhe as pessoas, que abra portas às pessoas, que melhore a vida das pessoas. Arte com A grande que fique para os Artistas. 

26.9.15

o palácio da pena

Copyright © gentesentada
Design by Fearne