31.1.17

as preferidas de Janeiro

janeiro

Posso dizer uma coisa antes? Ao contrário de sempre, Janeiro não passou a correr. Aliás, está a ser um mês bem demorado e estou contente com o facto de amanhã começar o mês mais pequenino do ano! Até lá, se quiserem, passem pelas publicaçãos mais lidas nos últimos trinta dias. 


mini desabafo sobre o desaparecimento constantemente das minhas luvas, mas parece que a sorte está a mudar. as luvas continuam a regressar para mim e ainda mantenho o mesmo par! 

fotografias e ideias do que como tenciono organizar a agenda para este ano.

sim, até agora, esta também foi a minha semana preferida 

fotografias da miúda num encontro super rápido!

começo do projeto auto-retratos semanais durante este ano.

new in | organization is the new sexy

Organization

Duas notas antes de começarmos: organization is the new sexy é a label que tenciono usar para vos mostrar as coisas relacionadas com a minha maneira de me organizar ~bujo, armários, escola, vida no geral ~ e segundo: parece que tenho muita coisa nova ~oh e é verdade~ mas as coisas foram compradas em dezembro como uma prenda de natal do L. e foram chegando em Janeiro para a minha agenda de 2017 e agora estou a fazer um exercício de poupança em que não vou comprar coisas bujo-related durante bastante tempo.


WASHITAPE
A minha colecção de washitape foi crescendo ao longo dos anos e cada fico mais orgulhosa pois está a tornar-se num conjunto muito bonito. No entanto, este ano queria focar-me mais nos tons azuis e não tinha nada que pudesse usar, assim fui à procura de washitape desses tons e depois juntei mais algumas apenas porque são super engraçadas ~já que era a prenda de natal do L. podia incluir giras-só-porque-sim.

nota: no inicio tinha sempre receio de usar as washitape porque eram tão giras e queria guarda-las para sempre ~porque podia precisar delas para algo mesmo fixe~ mas, quer dizer, não é bem esse o propósito de ter coisas bonitas certo?

OrganizationOrganization


POST-IT 
Para juntar aos post-its que comprei em Dezembro ~e que sei que vou ficar super triste quando acabarem~ o L ofereceu-me estes mini-stickers para usar para identificar chamadas por fazer, as horas de algum evento a não esquecer, etc. Também esses dedos ~totalmente escolhidos pelo o L~ para identificar as páginas com weekly view. São tão engraçados! 

OrganizationOrganization


BOLSA
Disse à minha irmã que precisava de uma bolsa/envelope e ela comprou-me esta de gatinhos. Neste momento está a servir de mini-kit com o essencial para a agenda. Com o passar dos meses, logo se vê. Mas é para manter. Gira, prática e grande sem ocupar espaço. 
Organization

30.1.17

4/52, 2017

4/52 weeks, 2017▲ Viseu, Portugal. 29 de Janeiro 2017

Em resumo e para ler sem pausas: coimbra. semana demorada. a mesma rotina. vi new girl, li muito, estudei menos do que devia. comprei ~finalmente~ um casaco novo. enchi-o de pins. comecei a usar a hashtag #martavsallthepink no instagram. organizei fevereiro. comecei a ver this is us

  4/52 weeks, 2017

rapidinha de janeiro

coimbra, 2017

Duas fotografias aleatórias ~dos dias em coimbra~ para acompanhar uma playlist pequenina e variada das minhas músicas preferidas de janeiro. a maior descoberta foi o álbum Joanne da Lady Gaga e a minha primeira música em repeat de 2017 foi mesmo first de cold war kids. e desse lado, quais foram as músicas mais ouvidas do primeiro mês?

29.1.17

estar sem internet

Como nas últimas (e próximas semanas) tenho passado muito tempo longe da internet ~muito muito tempo~ tive que carregar a mala para Coimbra com atividades que pudesse fazer sem utilizar este meio. Para além dos estudos, a obrigação que nos leva a estar em coimbra que implica uma caminhada de uma hora diária, as séries e muitos filmes para ver, fiz uma lista de tempos livres e inclui:

Muitos livros
ok, esta tem sido a minha atividade preferida. vou no sexto livro do ano e esta semana levo mais um na mala.
estar sem internet

Aguarelas & guaches
ainda não dediquei muito tempo a esta atividade, mas tenho saudades e bem, ainda tenho mais uma semana e meia.
estar sem internet

Trabalhos manuais
Decidi dedicar algum tempo à mau humor pois preciso de acabar uns produtos para colocar à venda.
estar sem internet


Organizar
planear a minha vida ao mais infimo pormenor e fazer páginas bonitas. como já tenho tudo pronto para fevereiro, dá para ver que esta também é das minhas atividades preferidas?
estar sem internetestar sem internet

28.1.17

passeios ao pôr do sol

Sem título Sem título

27.1.17

3/52, 2017

3/52, 2017 ▲ Coimbra, Portugal. 21 de Janeiro 2017

Uma semana de ler livros em tempo recorde, aproveitar o sol e estudar.

16.1.17

2/52, 2017

2/52, 2017 ▲ Viseu, Portugal. 14 de Janeiro 2017
turn the page.
Não foi a semana mais simpática do ano, mas já assim se esperava: esta foi, oficialmente, a última semana do primeiro semestre e seguem-se agora os exames. foi uma semana de muitas horas no computador, de muito trabalho, de muito cansaço e stress, de muito esquecimento ~esqueci-me de duas coisas muito importantes durante a semana, sendo que deixei pessoas à minha espera uma hora, sem qualquer aviso e da segunda vez podia ter deitado fora todo o meu esforço dos últimos meses MAS jantei pizza em casa da I., fui lanchar coisas boas quase todos os dias para recarregar energias, comecei e acabei de ver a primeira temporada de OA, descobri o álbum Joanne de Lady Gaga [continuar a inserir todas as coisas boas desta semana] e portanto, a fotografia da semana é dedicada a esses momentos mesmo. Devia chamar-se desanuviar.jpg e para ficar como nota: mesmo nos tempos mais complicados, cansativos, urgentes é preciso ter tempo para gostar, brincar & sorrir. 

2/52, 2017 2/52, 2017

11.1.17

1/52, 2017

1/52, 2017
▲Viseu, Portugal . 8 de Janeiro 2017
You know you've read a good book when you turn the last page and feel a little as if you have lost a friend. - Paul Sweeney
durante quase todo o 2016 esperei pelo inicio do deste ano para poder aventurar-me por este projeto de novo: auto-retratos semanais durante um ano. à semelhança do que fiz em 2015 vou tentar relacionar a fotografia com os acontecimentos da semana e vamos ver no que isto dá. e vocês, que projetos começaram este ano?

ps.: não adorei as fotografias desta semana mas queria mesmo começar e vai ser assim mesmo, não é? umas semanas melhores, outras piores.
ps.: não viram as fotografias de 2015? vejam aqui.


1/52, 20171/52, 2017

9.1.17

bom dia

Sem título

pack yourself a toothbrush dear
pack yourself a favorite blouse
take a withdrawal slip
tale all of your savings out
cause if we don't leave this town
we might never make it out
i was not born to drown
baby come one
sleep on the floor - the lumineers

8.1.17

agendar dois mil e dezassete

Lembram-se quando falei dos últimos meses de 2016 e de como andava a testar o bullet journal? Sim? Ok. (se estão esquecidos ou não viram foi aqui). Decidi juntar todas as ideias que já tinha do passado e do mais tinha gostado no bullet journal para criar uma agenda para 2017 que realmente fizesse sentido e fosse possível adaptar ao ano que me espera (que para já estou um pouco sem pistas do que será verdadeiramente). Comecei logo a colocar algumas ideias em prática em Dezembro e houve muito que já fui mudando desde que tirei estas fotografias (ups?). Para já vou falar-vos um bocadinho desde meu inicio e no final de Janeiro volto a tocar neste assunto. De acordo?

Agenda  
A principal mudança é que mudei de um caderno de folhas lisas para um capa onde podia ter separadores e váripos tipos de folhas. Os motivos porque decidi fazer esta mudança?

Primeiro, posso separar a minha vida em separadores e não em collections* num index* que nunca funcionou com a minha cabeça ansiosa. Assim, criei diferentes separadores das áreas que achei importante manter em controle no próximo ano e fiz os meus próprios separadores (porque não gosto muito daqueles super coloridos que se vendem em quase todo o lado).
*bullet journal talk

Segundo, posso adicionar e subtrair as folhas que me apetece e que devo em qualquer altura. Talvez daqui a uns meses não me interesse carregar com dezembro ou o separador escola deixe de fazer sentido, certo? Por outro lado, posso envolver-me num qualquer outro projeto que se justifique ter o seu próprio separador. (ah! como fui eu que fiz os separadores basta encontrar uma cartolina da mesma cor e substituir!)

Terceiro, posso ter vários tipos de folhas. Assim, também tenho folhas de desenho e de linhas para poder escrever quando me apetece.
nota: percebi no outro dia porque não me encontrava muito feliz com as folhas que tinha comprado: a margem que delimita a folha acaba por estragar maior parte das coisas que quero fazer e rouba-me espaço se as decidir respeitar. entretanto, já encontrei as folhas que queria e em Fevereiro irei optar por as usar. vamos ver como corre!

Entretanto, para além da minha capa e folhas também comprei alguns envelopes de plástico onde posso guardar alguns dos meus posts-its e stickers preferidos e também faturas e coisas do género.

AgendaAgenda AgendaAgenda

Depois foi só passar as coisas mais importantes do velho notebook, decorar os separadores (algo ainda em processo que faço nos dias mais aborrecidos) e começar o ano. Para começar uma frase daquelas pipis que nos inspira ~mas confesso que gosto em particular desta e achei que fazia todo o sentido~, um calendário de todos meses e os acontecimentos mais importantes identificados com cores diferentes (agora também acompanhado de uma lista dos objetivos de 2017 que gostaria de alcançar ~para relembrar várias vezes) e depois entramos em dezembro. quanto ao resto? fica para o final do mês. 

AgendaAgenda Agenda Agenda

Sobre Dezembro? A minha irmã mais velha disse que o separador não estava lá muito giro e passei o mês todo o a recordar esse dia. mas descansem, só me fazia rir, pois até ela ter dito alguma coisa eu até estava bastante satisfeita com o resultado e depois passei o mês todo a pensar «mas eu até acho que está giro. será?», comprei uns mini-autocolantes de várias cores, redondinhos para identificar os diferentes eventos no calendário do mês, não variei os layouts que já tinha usado até então, mas acrescentei o lar doce lar para saber o que estava feito ou o que queria fazer em cada semana. 

Agenda Agenda Agenda Agenda

7.1.17

marta margarida

marta margarida | 2016marta margarida | 2016

reencontros com o passado que sabem a conversas interrompidas apenas pelo o tempo de beber um gole no café e não anos de muito estudo.

6.1.17

costa nova e as casas às riscas

Costa Nova | 2016 Costa Nova | 2016 Costa Nova | 2016 Costa Nova | 2016

5.1.17

as minhas luvas novas

não sei quando começou mas há um par de anos que não mantenho um par de luvas durante todo o inverno. por norma perco sempre uma do par e agora possuo uma pequena colecção de luvas despernadas, sempre com alguma esperança que um dia as volte a casar. já perdi luvas que gostava muito, já perdi luvas pirosas, já perdi luvas de outras pessoas, já perdi luvas caras e já perdi uma luva amarela fluorescente ~sim, é verdade~. agora não dou mais do que uma moeda por par e não importa muito se tem uma minnie no dedo mindinho já que o destino lhe é conhecido. porque conto isto agora, perguntas tu? no inicio de dezembro comprei um par em tons de roxo-escuro-tipo-vermelho-do-vinho (por acaso combina com o gorro) e tem sido um pouco peculiar os acasos da vida que me fazem manter este par. já perdi várias vezes o par e voltou sempre para mim: na mesa do café, na sala de espera de um hospital ~menina, esta luva não é sua?~, no estrada junto ao carro ~ao regressar: oh a minha luva está aqui, quando eu ainda nem tinha percebido que me faltava uma luva~ , no carro deste e daquele, nas escadas do prédio... vão assim somando as mini histórias. estará alguém a conspirar para que guarde este par para o próximo inverno também? certamente não é uma das pessoas que perdeu as luvas à minha conta. 

(a)mar

aveiro | 2016

Talvez amemos só pelo que o amor nos traz, ou pelo que podemos ser quando alguém nos ama. Seremos assim tão tortos? É possível que só saibamos dar a nós mesmos? Orgulho, respeito, altruísmo, abnegação. São coisas que atiramos porque sabemos que hão-de voltar, como um pau que um cão nos há-de devolver.
Debaixo de algum céu, Nuno Camarneiro - Pág. 82

4.1.17

retratos à beira-mar

aveiro | 2016 aveiro | 2016 aveiro | 2016

3.1.17

seaside

aveiro | 2016 aveiro | 2016 aveiro | 2016 aveiro | 2016
Do you want to go to the seaside?
I'm not trying to say that everybody wants to go
I fell in love at the seaside
the kooks
Copyright © mau olhado
Design by Fearne