30.1.12

trabalho de fim-de-semana, fiz-me um porta-moedas novo.

29.1.12

(zenit-e)

28.1.12

bom dia.

23.1.12

diário: uma coisa rápida


Eu prometo que esta é a última vez que deixo registado que eu e a Manuela nos voltámos a levantar cedo para ir à nossa corrida semanal. Acho que já entrou nas nossas rotinas e mesmo que esta semana me tenha rogado umas dez pragas antes de decidir a sair da cama, arranjei coragem e lá fui. Desta vez não senti o mesmo choque de energia que tinha surgido das últimas vezes, talvez não estivesse com tanta disposição para isso. Dediquei-me às leituras, aos filmes, à costura e a namorar. Por exemplo, eu e o Pedro estivemos a tratar de arranjar um tabuleiro bonito para os nossos lanches. Digam lá que não ficou bem amoroso, mesmo eu sendo uma super distraída com cola branca e esta ser a primeira experiência do Pedro. Aposto que estão aí a pensar que também queriam um! (Tenho que arranjar uma fotografia mais bonita).
    

Quanto ao novo projecto, aquele de que vos falava no outro dia, que era bem complicado de começar. Já tem algumas pernas para andar, literalmente, e reuniões-entre-aspas com direito a lanchinhos e muita risada. Ou não faria sentido de outra forma. O coelho é uma das novas "mascote" do meu quarto, tento livrar-me da tralha, mas não posso deixar de tentar fazer experiências. 
 

E para acabar este rápido diário de sexta-sábado-domingo-segunda queria contar-vos a boa nova: já tenho as cortinas no quarto. Sinto-me uma princesa, uma verdadeira menina naquele quarto. Ah nunca pensei que o Rosa fosse uma cor tão confortante. Isto é uma adoslecência tardia (não é nada tardia, eu só tenho 18 anos...).

19.1.12

diários: primeira aula de corte & costura

Hoje foi mais uma quinta-feira e esta também muito simpática. Como se sabe é dia de aula de "Corte & Costura" (como eu gosto de lhe chamar). Ora hoje aprendi a rematar pontos e comecei a utilizar a máquina de costura da minha minha mãe. Para quem segue este blog desde do Verão e com alguma atenção, sabe que eu tenho uma máquina de costura daquelas bem pequeninas, mas de tão leve e frágil acabei por não me dar muito bem com ela e também não me aventurei a utilizar a da minha mãe com medo de a estragar. Isso seria uma bela complicação.
 

Hoje safei-me muito bem e logo desde de inicio. Achei que a máquina era muito mais prática que a primeira que tinha utilizado e agora já se sabe para quê que tenho que juntar dinheiro durante os próximos tempos (muitos tempos). Da "aula" resultou a casa em tons azul com fundo de cenoura, que fiz metade à mão e metade à máquina. A amarelada já tinha feito ontem à noite (tudo à mão). Gosto muito delas e acho que vou fazer mais algumas para pôr no meu quarto. Estou indecisa se devo ou não colocar para venda na Mau Humor, pode sempre ser adaptado a alfinete ou porta-chaves, que vos parece?
 

17.1.12

hoje o pedro ofereceu-me flores.

15.1.12



O lanche de hoje que foi acompanhado pelo o fim de "A Bela e o Paparazzo" e mais um episódio de "Pushing Daisies".

a primeira parte.



Ah é sempre difícil começar alguma coisa, aliás, o mais difícil (grande parte das vezes) é começar, de facto, alguma coisa. Depois do primeiro passo dado tudo começa a ganhar outra forma. (E peço desculpa pela repetição, mas não consegui arranjar outras palavras para deixar bem claro o que queria dizer). E esta ideia é uma ideia (outra vez o raio da repetição) que me tem vindo a chatear há já imenso tempo, meses até. Cheguei a avançar, a trocar alguns e-mails, a recuar, avançar, elaborar, pensar, contactar e recuar. Uma dúzia de vezes, talvez. Mas acho que agora percebi o que tenho que fazer, acho que desta vez é de vez (repetição...). O primeiro passo é dado hoje e mais para a frente, se finalmente sair do radio do começo, talvez tenha algo para vos mostrar que realmente sempre quis fazer. (E raio da organização do começo? Impossível. Como é que alguém consegue arranjar um plano, quando no começo, as ideias não param de chegar?) 

~
Por falar em projectos (ninguém falou de projectos), no Keep The Good Work Going temos uma nova "crónica", Contar a música, e conta com a participação da Adriana Boiça Silva. Passem por aqui, e vejam o primeiro post.

14.1.12

Eu não defino o meu trabalho, se formos a ver, ele é que me define a mim.



Houve duas coisas que aconteceram em 2011 que eu não esperava de todo que acontecessem (ok, é verdade que há muitas coisas que acontecerem nesse ano que eu não contava, mas o que vou referir são coisas que nem me tinham passado pela imaginação em altura alguma.). Primeiro, recebi da Câmara de Viseu umas coisa por Mérito Cultural o que foi muito bonito e fiquei contente & segundo, a Teresa Leonor fez este trabalho sobre mim para uma disciplina de nome quase estranho "Tecnologia dos Media". Fiquei deveras lisonjeada com o convite - apesar de achar que estou um bocadinho mais feia do que aquilo que me recordo ser e de ter decidido mentalmente que nos próximos meses é para usar o cabelo apanhado - conhecer a Teresa e apresentar-lhe Viseu foi muito simpático, e confesso que é bastante gratificante ver alguém valorizar assim o nosso trabalho, esforço e até personalidade. É incrível haver alguém que possa achar que tenho algo de interessante para contar, mostrar e ensinar ao mundo e se este vídeo não servir para mais nada (espero que a rapariga tenho uma excelente nota, sinceramente, a edição do vídeo parece-me fantástica), que sirva para me motivar a continuar a lutar por aquilo que quero, sonho e procuro. Junto do Pedro, amigos, colegas e familiares já me gabei um pouco - embora todos tivesse duvidado da minha palavra e considerado a hipótese de eu estar a ficar maluquinha de todo- e agora o vídeo estará em replay (vá, pelo menos uma vez por dia durante a próxima semana) para me fazer sentir bem, para me fazer sentir inteligente, capaz e apreciada. Devo confessar que quando alguém se lembra de me dizer umas palavras bonitas eu fico tão verdadeiramente satisfeita e completa que só me apetece dar abraços.

- Quando repararem no meu erro gramatical, a sério, façam como eu. Corrigem-me mentalmente e riem-e um bocadinho. 
- Outra coisa interessante, quando vídeo foi filmado (senão me engano, algures em Novembro) a secretária ainda tinha aquele estendal, aquelas cartolinas e post-its. O quanto já mudou e para melhor melhor, agora tem fotografias da olho-de-peixe, desenhos do Pedro e um postal que recebi da França da S. e outra coisa engraçada, quando a pergunta surgiu "Como é que te organizas?", tive que ser sincera, por mais meios que tentasse aplicar ainda nenhum tinha surtido o devido efeito e a resposta teve que ser: Não me organizo. E agora, desde do inicio de 2012 que levo uma vida quase que organizada!

Obrigada Teresa e parabéns. Apesar de me ser dificil por ser eu a "personagem principal" deste vídeo, quando me consigo distanciar do meu cabelo, da minha voz e de todas essas mariquices, devo dizer que gostei muito!

diários.

Mais uma vez eu e a Manuela vencemos o sono e o frio (!) e fomos correr, descobri uma maneira de me manter calada neste percurso matinal, contar, mentalmente, um-dois-um-dois e sempre vou distraída com isso, controlo a minha respiração e o meu ritmo de corrida. Mas será normal da minha parte confessar que me sentia particularmente ansiosa com a probabilidade de estar a chover este sábado e a minha corrida ter que ser adiada sabe-se lá para quando? Tinha vontade de a fazer (acho que se pudesse até o fazia com mais frequência), queria voltar a casa depois da corrida cheia de energia para as tarefas que tinha em mãos e levar até ao fim pelo menos metade delas.

 

Quando cheguei a casa, para além de realizar as minhas tarefas diárias, procurei deitar fora algumas coisas que tinha a mais no meu quarto (ainda me falta arranjar coragem para me despedir de mais alguma tralha, ou para lhe dar alguma utilidade), procurar as peças que faltavam para colocar as cortinas no meu quarto (mas ainda não foi hoje), estudar geometria (sim, a sério) e dar um jeitinho na casa-de-banho que tinha sido deixada vazia. Infelizmente, por muito que quisesse não vos posso mostrar muito da mesma, pois como disse, a luz é mínima. Mas ainda assim já dá para ter um cheirinho. Esse cesto, aparentemente vazio, conta agora com mais uns cremes & vernizes enquanto fazia a minha limpeza do quarto, encontrei umas conchas que tinha trazido para casa naquela semana que fui passar ao Algarve em Abril de 2011 e ainda dei uso a duas canecas da Mau Humor que tinham ficado por vender. O pote em forma de pássaro (que já tinha falado ontem) foi uma oferta do Pedro, tal como o "amarelo" que vinha cheio de bilhetes dos bonitos. A vela foi uma prenda de natal da S., foi ela que a fez e disse que um dia me ensinava também.


 

E para hoje, e como já se percebeu, sou uma menina cheia de sorte, usei esta t-shirt bonita que o Pedro me ofereceu e este cachecol que a minha irmã me emprestou até segunda-feira (e que eu lhe dei no Natal, e que na verdade, também queria para mim).

ps.: eu e a minha mãe combinámos umas aulas de corte e costura as quintas-feiras de manhã, prometo que quando souber fazer vestidos faço uma festa, a festa do vestido.
ps.1: Foster The People tem vindo a surpreender-me pela positiva.

13.1.12


O melhor foi que depois deste lanche bonito, adormecemos quase por uma hora. ♥

12.1.12

Diários.


As quintas-feiras são dias que começam sempre por ser bonitos e uma das primeiras coisas que penso quando acordo é que não tenho que me levantar para ir para a escola e tentar perceber uma disciplina que me faz sentir como uma idiota. Assim, levanto-me com um salto (até é mentira, seja para o que for, fico sempre meia hora a arranjar coragem para sair do quentinho e confortável) e depois das minhas tarefas diárias concluídas, dedico-me um pouco à Mau Humor e acho que em breve até vou ter algumas coisas engraçadas para vos mostrar.

 
(Quanto à bolsa que aparece nestas fotografias, também vos queria mostrar, porque provavelmente é mais velha que eu, e a minha mãe decidiu que me podia emprestar a mesma por uns tempos. Diz que comprou na Serra do Caramulo (agora não tenho a certeza) há muito teeeeempo.) 

De tarde, vencendo a muita preguiça e a habitual vontade de ficar a dormitar na cama, eu e o Pedro fomos das uma volta pela cidade, aproveitando para ir aos correios e ao pingo doce para que eu pudesse comprar chá - finalmente! Pois geralmente, só bebo chá em cafés para acompanhar torradas, empadas ou folhados e preferencialmente de morango, mas nos últimos dias andava com vontade de ter alguma coisa para beber cá por casa e devo confessar que fiquei bastante com a minha escolha e será o meu vicio nos próximos tempos.

 
(last photo by pedro alecrim

E agora, isto não é para contar a ninguém, mas em vez de andar a namorar a roupa nas lojas, ando a namorar um tecido que está na montra da loja dos tecido do centro da cidade. É tão bonito, que se eu soubesse costurar, verdadeiramente costurar, comprava um bom bocado e fazia um vestido todo bonito para o verão, ou até mesmo para o Inverno, mas com umas meias vermelhas. Ah sim, estou mesmo a imaginar.

    

10.1.12

(zenit-11)


Terça-feira: 
* Decidi que seria o dia dedicado a limpezas mais profundas. 
* Acabaram as fotografias que eu gostava do último rolo da zenit-11 e por isso não sei muito bem o que poderei publicar nos próximos tempos (se não aparecer muito por estes lados, já se sabe porque foi e que há um regresso previsto). 
* Publiquei sobre mais um livro no blog "Yout Knows no Pain", Sapatos de Rebuçado - Joanne Harris.
* O Pedro ofereceu-me as cortinas e por isso, agora estou a poupar para também lhe comprar uma prenda simpática. 

8.1.12

(zenit-11)

É verdade quando digo que ainda não consegui descobrir coisa melhor do que esperar que o Pedro chegue, sentando-me ao sol a ler um bom livro (de momento "A chave da luz" de Nora Roberts - que infelizmente já sei o final, porque já li o livro seguinte), e depois disso lanchar no nosso café preferida acompanhando o passeio de muitos beijinhos. É verdade quando digo que dias assim são dos meus preferidos.

7.1.12

(zenit-11)

Hoje eu e a Manuela conseguimos sair da cama bem cedinho para fazer algum exercício físico , ela confessou que ainda me chamou idiota antes de se levantar, eu respondi-lhe que eu também pensei que não poderia estar boa da cabeça para querer ir correr, mas na realidade, não custou nada e só nos fez bem. Temos encontro marcado para a próxima semana. 

3.1.12


Sputnik, meu amor - Haruki Murakami (25 de Dezembro de 11 - 2 de Janeiro de 12)

Ontem acabei de ler este livro que o Pedro me ofereceu no Natal, e que sempre muito atento às minhas vontades e pedidos sabia que eu queria ler qualquer coisa deste senhor, pois a Ana fala sempre muito bem dele e eu achei que valeria a pena. Confesso que ao inicio não percebi bem o porquê de tanto alarido à volta do homem, a escrita não me cativava e a história não me prendia... Depois, há a reviravolta e eu aproveitava todos os bocadinhos para poder ler mais e mais e ontem à noite eu nem consegui adormecer com a confusão que aquelas palavras me fizeram na cabeça. Para mim, ler este livro foi como ver um filme acompanhada por alguém que de dez em dez minutos me diz "Está atenta que esta parte é importante" e depois, mesmo estando eu o mais concentrada possível chego ao fim com questões e mais questões.

~
Um pequeno à parte, na segunda-feira fiz o meu primeiro post de regresso no Youth Knows no Pain e falei sobre o livro que li antes deste último "Uma oferta Irrecusável"  e estejam atentos, porque agora irei publicar todas as segundas (literatura), quartas (ilustração, história da arte) e quintas (fotografia). 

2.1.12

(zenit-11)

1.1.12

Objectivos de 2012

2012
Realizado:
1. Fazer mais exercício físico (pelo menos uma vez por semana)
Comecei o ano por fazer corridas com a Manuela & agora vou e volto a pé do trabalho muitas vezes por semana, o que faz uma caminhada de 40 minutos por semana. 

2. Utilizar creme todos os dias (de dia & noite)
E das mãos, e daquilo e do outro. 

3. Aprender a utilizar a máquina de costura como deve ser.
Quando tinha mais tempo livre eu e a minha mãe começamos por me ensinar como utilizar a máquina de costura, trabalhei numa manta de retalhos e a prova foi superado. O resto, será com a prática e o tempo. 

4. Aprender a fazer crochet.
Também a aprender. Vou agora começar uma manta que quero acabar até ao final do ano para oferecer ao Pedro.

5. Concluir o secundário.
Feito. Faltava-me apenas uma disciplina, Geometria. Fiz um ano apenas dessa disciplina, fiz exame e acabei com dez.

6. Ler pelo menos doze livros (12/12)
Este ano não tive o tempo que queria para ler todos os livros que me foram emprestados (alguns ainda estão à espera), mas doze eu li e podem visitar a lista aqui.

10. Descobrir mais Viseu
11. Ir à praia com o Pedro
15. Ler o blog "Busy Woman and the Stripy Cat" de uma ponta à outra, tenho a sensação de que será muito útil.

18. Arranjar trabalho.




Por realizar:
7. Comer menos salgados e mais fruta.
Mais fruta, foi fácil, porque eu gosto de fruta. Menos salgados, é que não foi levado à letra, para reforçar em 2013

8. Participar num concurso de fotografia.
9. Fazer passeios de bicicleta
(é que nem tenho uma bicicleta)

12. Ajudar o Pedro a concluir o secundário
13. Guardar metade (ou quase) do dinheiro que receber em encomendas.
14. Passar algum tempo a fazer jogos divertidos com o Hugo.


Ups?
16. Não criar mais nenhum blog.
Criei o "You are lovely | Prints" e já o apaguei.

Copyright © mau olhado
Design by Fearne